Unigran Capital

O que você precisa saber para aproveitar melhor a vida universitária

Ao iniciar a vida universitária, você deve decidir que papel quer assumir para enfrentar os próximos anos: prefere ser o estudante empenhado, que realmente quer evoluir e se preparar para o futuro, ou o aluno que passa pela faculdade como um mero espectador, preocupado apenas em fechar os semestres e receber o diploma?

Participar das aulas e cumprir as obrigações acadêmicas é o mínimo necessário para se formar. Para chegar mais longe e alcançar o sucesso profissional, é preciso estender o aprendizado, aproveitar todos os recursos que a instituição tem a oferecer e se dedicar dentro e fora do centro universitário.

Quer saber como viver uma experiência enriquecedora nos anos de faculdade? Acompanhe este post!

Quais são os principais desafios da vida universitária?

Entrar para a universidade é o sonho de muitos jovens. E não é para menos, pois se trata de uma transformação e tanto na vida. Além de ser o primeiro passo da trajetória profissional, a faculdade ainda é a porta de entrada para um novo universo — um lugar para adquirir maturidade intelectual, se desenvolver como um todo e conhecer pessoas com propósitos em comum.

Entretanto, grandes mudanças trazem responsabilidades. Ao cruzar essa linha, você precisa desenvolver autonomia, comprometimento, organização e várias outras características que tendem a moldar o seu perfil. Em resumo, é necessário aprender a gerenciar a sua nova vida, em vários aspectos.

Para o estudante que precisa conciliar estudos e trabalho, essa missão exige ainda mais empenho e administração da rotina. E, em todos os casos, é preciso dar conta das múltiplas tarefas acadêmicas: diversas disciplinas; conteúdos extensos; provas; trabalhos; apresentação de seminários; atividades complementares.

Isso sem falar na vida pessoal, que também acaba afetada pela escassez de tempo livre. Ou seja, a passagem pela universidade é coisa de gente grande. O ritmo é bem diferente dos anos dourados da escola. Por isso, o estudante deve estar preparado para o dinamismo dessa nova fase.

Como fazer bom proveito dos anos de faculdade?

Bom, já deu para sentir que a vida universitária tem seus desafios, não é mesmo? Mas não desanime, porque a estrada é árdua, porém a recompensa é certa! E, para ajudar você a percorrer essa jornada e aproveitar os anos de faculdade da melhor maneira possível, preparamos as seguintes orientações:

Organize sua rotina

Planejamento é algo que não pode faltar nos seus dias de universitário. Para organizar sua rotina e equilibrar os compromissos acadêmicos, profissionais e pessoais, você precisa usar boas estratégias de gestão do tempo. Veja algumas práticas que ajudam a melhorar o desempenho nas atividades do dia a dia:

  • trabalhe com listas de tarefas;

  • delimite horários para cada um de seus afazeres;

  • faça uma escala de prioridades;

  • selecione o que é urgente e o que pode ser adiado;

  • não acumule compromissos.

Reserve horários para os estudos

É fundamental gerenciar o seu tempo para conciliar todas as atividades. E em meio às múltiplas obrigações, você não pode se esquecer de reservar um tempo exclusivo para os estudos. Na sala você vai absorver uma alta quantidade de conteúdos, no entanto, durante a aula, com os demais estímulos do ambiente, fica difícil memorizar tantas informações.

Então, para otimizar o seu aproveitamento e se aprofundar nos temas vistos em sala, você deve se dedicar aos estudos em horários extras. Sem contar que esse tempo a mais também é necessário para elaborar os trabalhos acadêmicos e se preparar para as provas e apresentações de seminários.

Faça perguntas durante as aulas

Não se intimide diante de seus colegas de sala. Não fique com dúvidas sobre nenhum conteúdo. Faça perguntas aos professores sempre que precisar. Além de ampliar o seu aprendizado, essa também é uma maneira de se apresentar e mostrar interesse e envolvimento com os estudos.

Assim, você garante maior entrosamento com os professores e ganha evidência entre os colegas. E por que isso é importante? Porque, entre outras razões, é um meio de aumentar sua rede de relacionamentos.

Pratique networking

Ampliar a rede de contatos é um dos passos que vai contribuir para o seu desenvolvimento profissional. Durante os anos de faculdade, você pode enxergar o vínculo com colegas e professores apenas como uma fonte de relacionamentos interpessoais, mas não se trata apenas disso.

Cada pessoa que cruza o seu caminho, seja na vida universitária, seja nas primeiras experiências profissionais, pode representar uma oportunidade. Ou seja, seus colegas de faculdade e seus professores podem intermediar ou garantir que você tenha possibilidades de ascensão na carreira.

Faça estágios

Os estágios são o seu primeiro contato com a realidade da profissão escolhida. Além dos estágios obrigatórios — aqueles que são exigidos para cumprir a grade curricular do curso — você também deve procurar oportunidades para estagiar em empresas.

Mais do que adquirir experiência registrada e conhecimentos práticos, você ainda aprimora habilidades e competências, convive com profissionais experientes na área e, de quebra, recebe uma remuneração para ajudar nos custos da vida universitária.

Tenha um controle financeiro

Durante os anos de faculdade, você também precisa começar a se preocupar com suas finanças. Principalmente porque terá gastos com mensalidade, transporte, refeições no campus, apostilas e outros materiais e até com a vida social, que pode ficar um pouco mais movimentada.

O ideal é manter uma planilha de controle financeiro e aprender a economizar. E esse é um bom hábito para vida toda, que inclusive pode ajudar você a se planejar para comprar um carro, dar entrada em um imóvel ou mesmo investir em futuras especializações e empreender em novos projetos profissionais.

Dedique-se às atividades complementares

Agora preste atenção redobrada: as atividades complementares não são somente obrigações extras da vida universitária; pelo contrário, são excelentes meios para aumentar o seu aproveitamento acadêmico. Além disso, são oportunidades de praticar a responsabilidade social e obter crescimento pessoal.

Trabalhos voluntários, monitoria, projetos de iniciação científica e participação em palestras e eventos são bons exemplos de atividades complementares. Outras opções incluem prestação de serviço em empresas juniores, estágios e intercâmbios.

Invista em intercâmbios

Fazer intercâmbio é um dos projetos mais enriquecedores que você pode realizar, pois é uma forma de o estudante viver novas experiências e conhecer outras culturas, enquanto aprofunda o seu conhecimento.

Assim, você tem a chance de voar para outras terras e ainda garantir um peso a mais no currículo — seja para ganhar fluência em línguas estrangeiras, seja para participar de um programa internacional de extensão universitária.

Há ainda outros tipos de intercâmbio, como o Au Pair, para quem deseja trabalhar como babá e fazer parte de uma família estrangeira durante sua estadia. Graduações sanduíche, especializações e até voluntariado também são opções para o estudante que tem o sonho de sair do país.

Por que ficar de olho nos recursos que a instituição de ensino oferece?

Em suas pesquisas sobre cursos e faculdades, avalie todos os programas e vantagens que a instituição oferece. Verifique os projetos aos quais ela está vinculada, conheça suas parcerias, informe-se sobre seus núcleos e serviços disponibilizados para os alunos e para a comunidade.

A diversidade de recursos da instituição de ensino contribui para a formação completa do estudante. A gente sabe que a graduação em si já tem o conteúdo bem extenso, mas quanto mais oportunidades você aproveitar durante a vida universitária, maior será o seu aprendizado, a preparação para a carreira e até a sua transformação como pessoa.

Agora que você já tem ideia do que vem pela frente na vida universitária, que tal avaliar qual modalidade de ensino se encaixa melhor no seu perfil e na sua rotina: faculdade EAD ou presencial? Não perca a próxima leitura!

 

Bitnami