Unigran Capital

Faculdade EAD ou presencial? Saiba como escolher entre as duas modalidades!

A educação a distância (EAD) é uma modalidade de ensino que atrai cada vez mais estudantes, em cursos de graduação, extensão e pós-graduação. No entanto, muitas pessoas ainda têm uma série de dúvidas na hora de escolher entre a faculdade EAD ou presencial.

E você, já sabe por que a modalidade EAD é tão procurada? Quais são as vantagens desse tipo de curso? E o ensino presencial, para qual público é mais indicado? São essas e outras questões que vamos responder ao longo deste artigo.

Por isso, leia com atenção e descubra como funciona a faculdade EAD e quais são as diferenças entre os cursos a distância e os presenciais. Saiba também para quais perfis cada tipo de ensino é mais recomendado e se os dois diplomas são igualmente valorizados pelo mercado de trabalho. Não perca esta leitura!

Como funciona a faculdade EAD?

O objetivo deste artigo não é apresentar a faculdade a distância como a melhor opção de ensino, já que existem vantagens nos dois modelos. Queremos ajudar o leitor a avaliar bem as duas modalidades para fazer a escolha que melhor atenda às suas expectativas. A educação presencial é mais tradicional, e você já sabe como funciona. Mas e a modalidade EAD, o que é, afinal?

A educação a distância permite que o aluno estude em casa ou em qualquer outro local de sua preferência. Não é necessário se deslocar todos os dias até a instituição de ensino. Todo aprendizado é obtido com o auxílio da tecnologia, por meio de plataformas digitais, nas quais estudantes e professores interagem.

Quem acredita que o curso EAD é inferior ao de uma faculdade presencial, em termos de qualidade de ensino e conteúdo apresentado, precisa desconstruir esse conceito. Basta conferir a grade curricular de uma mesma graduação nas duas modalidades para saber que existe muita similaridade entre elas.

Da mesma forma, não é somente o curso presencial que oferece apoio dos docentes. Na modalidade a distância, também há suporte constante dos professores para sanar dúvidas e fornecer orientações. Portanto, ambos os modelos de ensino garantem o aprendizado necessário e capacitam o aluno para o cenário profissional.

Quais são as diferenças entre o curso EAD e o presencial?

Escolher entre a faculdade EAD e a presencial é uma questão de conexão com a realidade e com os interesses de cada pessoa. Para ajudar nessa decisão, entenda quais são as principais diferenças entre os dois cursos!

Formato das aulas e dos materiais

A metodologia é uma das principais diferenças entre os cursos EAD e presencial. Na educação a distância, o aluno aprende em ambientes virtuais, ou seja, ele constrói seu aprendizado no modo online, com o auxílio de ferramentas digitais. No modelo presencial, o conhecimento é passado no formato tradicional, com estudantes em sala e professores que ministram aulas expositivas.

Os materiais utilizados também são diferentes nos dois formatos de ensino. Os estudantes que frequentam a sala de aula, apesar de recorrerem facilmente à tecnologia, ainda convivem com anotações no caderno, livros e apostilas. Os alunos da educação a distância, por sua vez, norteiam seus estudos basicamente pelos recursos digitais, como os conteúdos disponibilizados nas plataformas virtuais.

A pessoa com perfil mais autodidata tende a se beneficiar com a metodologia da faculdade EAD. No entanto, comprometimento com os estudos é um detalhe que não pode faltar. Afinal, o aluno dessa modalidade se torna o principal construtor do seu aprendizado — e lembre-se de que autonomia caminha junto com responsabilidade!

Interatividade e corpo docente

Nos polos educacionais, os estudantes têm amplo contato com os colegas e professores, além do fácil acesso a diferentes espaços que favorecem seu aprendizado, como bibliotecas e laboratórios.

Mas o aluno EAD não fica desfavorecido nesse sentido. Há vários profissionais disponíveis para atendê-lo quando for preciso. Além disso, professores, supervisores e monitores estão sempre à disposição para tirar dúvidas. Sem contar que a facilidade dos meios de comunicação acelera todo esse processo.

Horário das aulas

Nesse ponto, a vantagem é maior na modalidade EAD. O aluno que opta pela educação a distância ganha algo muito proveitoso nessa era de rotina acelerada: flexibilidade de horário! Ele pode estudar quando e onde quiser — seja no final da noite, seja de madrugada ou até mesmo na hora do almoço.

Em relação ao ganho de tempo, também vale considerar o período gasto no trajeto até a instituição de ensino, e isso inclui trânsito, atrasos no transporte público e outros imprevistos. O acadêmico que frequenta o curso presencial precisa comparecer todos os dias à sala de aula, com horários fixos de entrada e saída.

Frequência e avaliações

A frequência necessária para que o aluno seja aprovado em cada disciplina é contabilizada de forma diferente nas duas modalidades. Nos cursos presenciais, o que conta é a presença do aluno em sala. Já na faculdade EAD, é a elaboração de trabalhos e atividades que determina o quanto o estudante se mantém frequente.

Em relação aos métodos de avaliação, ambos os formatos de ensino exigem provas presenciais. A diferença está na quantidade de testes aplicados. Nos cursos EAD, boa parte das avaliações é feita por meio da entrega de trabalhos, com exceção das provas finais, realizadas nos polos acadêmicos.

Custos

Nem sempre o valor de um curso pode ser visto como um indicativo de qualidade. No caso dos cursos a distância, por exemplo, o custo reduzido é relativo ao seu formato. O valor é mais acessível devido à otimização dos recursos — estrutura da instituição, equipamentos e condições de trabalho para os docentes.

Na faculdade EAD, é possível alcançar um número muito maior de pessoas, em vários lugares e ao mesmo tempo, e isso impacta no valor repassado ao estudante.

Validade e aceitação do diploma

Aqui, destacamos que não há nenhuma diferença entre os dois diplomas, desde que sejam devidamente reconhecidos pelo MEC. Ambos são igualmente aceitos e valorizados pelo mercado de trabalho.

Hoje, já não existe mais preconceito ou receio dos empregadores quanto à capacitação online, especialmente porque as próprias empresas aderiram ao formato EAD para aplicar treinamentos.

Quais são os principais benefícios da educação a distância?

No ensino presencial, o estudante tem mais convivência com os colegas e contato com o ambiente universitário. Embora isso não aconteça na educação a distância, essa modalidade proporciona outros benefícios ao aluno. A seguir, você vai conhecer as principais vantagens que fazem toda a diferença para quem escolhe a EAD.

Autonomia do aluno

O formato das aulas — que acontecem em um ambiente virtual de aprendizagem — e a consequente flexibilidade de horários induzem o aluno a ser mais independente. Na modalidade EAD, o professor é um apoio na construção do conhecimento, enquanto o estudante é a peça principal. Além disso, essa autonomia permite que ele concilie os estudos com o trabalho e outras atividades diárias.

Otimização nos estudos

A metodologia aplicada nos cursos EAD também proporciona uma maior otimização dos estudos, uma vez que o aluno tem acesso às aulas e ao material didático permanentemente. Desse modo, ele não depende do cronograma do professor e pode avançar nos conteúdos de acordo com a própria disponibilidade.

Redução de custos

Esse é um grande benefício da educação a distância. Além das mensalidades mais baratas do que as dos cursos presenciais, o aluno não precisa arcar com despesas extras, como o deslocamento diário e a alimentação fora de casa. Assim, fica muito mais fácil encaixar o custo da faculdade no orçamento.

Afinal, como escolher entre a modalidade EAD ou presencial?

A escolha entre os dois tipos de curso deve partir da realidade e das necessidades de cada aluno. O perfil do estudante também é um fator que pode ajudar nessa decisão. Isso porque algumas habilidades e alguns traços do comportamento podem contribuir para o melhor aproveitamento acadêmico.

Nos cursos presenciais, por exemplo, a comunicação é essencial, seja para apresentação de seminários, seja para o relacionamento interpessoal e a construção de uma rede de contatos.

Outras características também são necessárias, como facilidade para trabalhar em grupo, pontualidade, assiduidade nas presenças e atenção às aulas expositivas. Essa é a modalidade ideal para quem aprecia o ambiente universitário e gosta de conviver com diferentes pessoas.

Já a metodologia online exige competências como autonomia, organização, autogestão, concentração, proatividade e compromisso com prazos. A educação a distância é mais indicada para quem tem a rotina atribulada e precisa de flexibilidade de horário para estudar. Também é a melhor opção para o estudante que mora longe da instituição de ensino ou simplesmente para quem prefere estudar sozinho.

O que levar em conta na hora de escolher uma boa faculdade?

Muitas instituições de ensino superior oferecem cursos nas duas modalidades. Independentemente de qual for a sua opção, alguns critérios precisam ser avaliados na hora de escolher o local onde você vai estudar. Para ajudá-lo com isso, selecionamos os principais aspectos que você deve levar em conta ao tomar essa decisão.

Reconhecimento no mercado

Antes de investir seu tempo e seus recursos financeiros em uma faculdade ou universidade, faça uma pesquisa sobre como ela é vista no mercado. Além da reputação da instituição, descubra se o curso no qual você está interessado já foi reconhecido pelo MEC. Isso é imprescindível para tornar o diploma válido.

Grade curricular

Para que você realmente consiga obter os conhecimentos necessários para exercer a profissão que escolheu, é fundamental que o curso tenha uma grade curricular bem estruturada e completa. Assim, faça um comparativo entre as grades de várias instituições e encontre a que melhor atende suas necessidades. Esse ponto também é importante para ter uma noção mais clara dos assuntos que serão estudados durante o curso.

Corpo docente

Um aspecto que pesa bastante na excelência da instituição de ensino é o seu corpo docente. Por isso, procure saber quem são os professores do curso escolhido e qual o nível de qualificação deles. Quanto mais preparados eles forem, mais eles terão a oferecer.

Infraestrutura

A infraestrutura também não pode deixar de ser considerada na sua escolha, não importa se você vai optar pela modalidade EAD ou presencial. Uma boa instituição precisa contar com uma biblioteca que tenha um excelente acervo, por exemplo, entre outros aspectos.

Como você viu ao longo deste artigo, existem vantagens nos dois tipos de curso, uma vez que ambos podem levar você à conquista do sucesso profissional. Para descobrir qual é a melhor opção, é preciso avaliar as próprias características e expectativas em relação ao ensino superior.

Também é importante descobrir qual alternativa — EAD ou presencial — oferece a melhor relação entre custo e benefício para a sua realidade. Portanto, depois de várias considerações, cabe a você decidir o caminho que quer percorrer para chegar ao seu objetivo final.

Ainda está em dúvida sobre qual modalidade de ensino escolher? Entre em contato com a Unigran Capital e saiba mais sobre os nossos cursos!

Bitnami