Unigran Capital

mitos do ensino superior

8 mitos do ensino superior que você sempre escutou

Quem está prestes a entrar na faculdade naturalmente fica curioso sobre essa nova fase da vida, não é mesmo? Pensando nisso, separamos alguns mitos do ensino superior que costumam ser disseminados entre os futuros universitários.

Desvendar essas ideias é bom para deixar as expectativas mais próximas da realidade, sem criar muita ansiedade ou algum tipo de receio por coisas que estão no imaginário das pessoas e provavelmente não vão acontecer.

E então, quer saber mais sobre esse assunto? Confira os tópicos a seguir e fique por dentro!

1. Você vai ficar sempre perdido

Essa é uma lenda comum principalmente para quem vai entrar em uma faculdade que tem um campus muito grande. Às vezes, um jovem que veio do interior e ainda não está acostumado com dimensões maiores é capaz de ficar assustado com essa possibilidade.

De fato, algumas universidades brasileiras se parecem com uma pequena cidade e, no começo, isso pode causar algumas confusões. Sabendo disso, fique atento para encontrar os lugares em que você precisa ir, peça informações e tire um tempo para fazer esse reconhecimento de campo.

Assim, rapidamente você vai se sentir seguro para transitar dentro do campus e fazer tudo o que você necessita sem nenhuma complicação. Acredite, é só uma questão de tempo!

2. A vida se torna uma grande festa

Aqueles filmes e seriados em que todos os universitários fazem festa todos os dias e mal comparecem às aulas não condizem bem com a realidade. A rotina acadêmica é atribulada e, em diversos momentos, o tempo parece não ser suficiente para revisar todo o conteúdo, fazer trabalhos e estudar para as provas.

A grande diferença está no nível de comprometimento do aluno. Por isso, existem aqueles que têm mais tempo para festejar e outros que realmente se dedicam aos estudos. Isso também não significa que os estudiosos não vão ter tempo de aproveitar, descansar, interagir com os colegas e sair para curtir a vida.

Só que o pensamento que fazer faculdade é viver sempre em festa não é verdade, sobretudo se você quiser ter boas notas e garantir o seu diploma no futuro.

3. Mudar de curso não vale a pena

Outra situação que acontece com frequência é o estudante viver uma pressão para terminar logo o curso, entrar no mercado de trabalho e começar a ganhar a carreira. Quem pensa desse jeito acha que mudar de curso é um absurdo, pois representa perda de tempo e dinheiro.

O problema é que muitas pessoas escolhem uma determinada área e, ao longo dos estudos, acabam percebendo que não era exatamente aquilo que elas queriam seguir como profissão.

Logo, entram em conflito consigo mesmas devido a esse mito. Nesse caso, seria muito melhor elas tentarem uma nova opção do que continuarem insatisfeitas, não é verdade? Nossa realização pessoal deve ser considerada, sem contar que nossas chances de sucesso são bem maiores quando fazemos o que gostamos.

4. Seu emprego está garantido depois de formado

Uma falácia que frustra muitos estudantes é acreditar que o diploma do ensino superior vai garantir uma boa oportunidade no mercado de trabalho. É claro que essa conquista é importante para o currículo e contribui para o profissional se dar bem.

Contudo, isso não é o suficiente para desenvolver uma carreira bem-sucedida. Vários fatores influenciam esse processo, como ser um estudante comprometido, desenvolver habilidades comportamentais relevantes, buscar adquirir experiências diversas, manter-se atualizado depois da graduação, entre outros.

Isto é, nada está garantido. Seus resultados dependem muito mais do seu esforço em ir atrás do que você deseja do que o simples fato de ter uma certificação.

5. Finalmente você vai poder matar aula

Esse é um mito que interessa os alunos que estão acostumados e cansados daquele monte de regras da época do colégio, pois querem um pouco mais de liberdade — e, assim, ficam ansiosos parar viverem isso na faculdade.

A real é que a vida universitária tende a ter horários mais flexíveis e permite que o estudante seja mais independente. Por exemplo, normalmente não é preciso pedir permissão para sair da sala de aula, ir ao banheiro, atender uma ligação etc.

Os professores também não vão ficar preocupados ou pedir para alguém da coordenação ligar para os seus pais se você estiver matando muitas aulas.

Por outro lado, a responsabilidade é toda sua, e o seu desempenho vai depender muito da sua dedicação. Ou seja, você vai perceber com o tempo que matar tantas aulas talvez não seja a melhor ideia.

6. Faculdade particular é mais fácil

Como os vestibulares das universidades públicas têm uma competitividade muito alta — afinal, a possibilidade de não pagar para estudar e ter um ensino de qualidade é bem atrativa —, esse conceito de que faculdade particular é mais fácil acabou se alastrando.

A questão é que o processo seletivo não representa o nível de complexidade dos cursos. Aliás, um comentário comum é que existem muitas faculdades fáceis de entrar e dificílimas de sair. Portanto, não caia nessa de que você vai ter uma vida mais tranquila se optar pelo ensino particular.

7. EAD não tem muita qualidade

A falta da presença física de um professor em sala de aula não implica necessariamente a redução da qualidade do processo de aprendizado. Há muitas instituições de educação a distância (EAD) sérias que oferecem conteúdos excelentes, inclusive com a participação de um corpo docente renomado.

A internet realmente é só uma ferramenta para facilitar o acesso das pessoas, o que deve ser considerado como uma vantagem. Para completar, vale dizer que muitos cursos a distância apresentam nota máxima na avaliação do Ministério da Educação (MEC), coisa que nem todos da modalidade presencial conseguem.

8. Fazer estágio é uma bobagem

Quem nunca ouviu dizer que o estagiário é quem faz o café e tira cópias? Isso cria uma impressão de que trabalhar durante a faculdade serve apenas para realizar funções banais, já que o estudante ainda não possui uma formação completa.

Acontece que isso não é verdade, e o estágio pode ser um período essencial para a capacitação de qualquer pessoa. O contato com a rotina profissional possibilita maior maturidade e um aprendizado prático, que nem sempre o curso de graduação oferece.

Sendo assim, não acredite que se candidatar para uma vaga de estágio é besteira. Quando tiver a oportunidade, comece a procurar oportunidades bacanas e que possam agregar à sua qualificação.

E aí, o que achou de conhecer os mitos do ensino superior? O mais importante é que você não perca a motivação de encontrar um curso do seu interesse e dar o primeiro passo para construir uma carreira de sucesso!

Agora, aproveite e assine a nossa newsletter para continuar recebendo outras dicas e publicações como esta!

Bitnami